Atualização 19.1.23 para o Regata OS traz FreeSync e suporte inicial para as AMD Radeon RX 5700 (Navi)


A atualização 19.1.23 para o Regata OS chega um pouco mais de duas semanas após o lançamento do update 19.1.20 e traz mais aprimoramentos sob o capô, como é o caso da adição dos recém-lançados Linux Kernel 5.3 e o conjunto gráfico Mesa 19.2, que permitem que o Regata OS tenha suporte inicial para as placas de vídeo AMD Radeon RX 5700 (Navi).

Somando a isso, o Regata OS agora conta também com suporte para variable refresh rate (VRR) para GPUs da AMD, o que permite o uso da tecnologia Radeon FreeSync, da AMD, especialmente em jogos.

Vale lembrar que o monitor FreeSync precisa estar conectado via DisplayPort, além de ser necessário habilitar o recurso no PRIME Settings, indo na sessão de Configurações. Se o FreeSync for suportado, você verá a opção de habilitar a tecnologia, como mostra a imagem logo abaixo:


De acordo com informações da AMD, o FreeSync é compatível com softwares e jogos como, por exemplo, Phoronix test suite (PTS), Unigine Valley, Unigine Heaven, Metro Last Light, Civilization 5, Witcher 2, DOTA2, Team Fortress 2, Counter Strike Source, Rocket League, Ark Survival Evolved e XCOM2.

Além disso, aqueles com hardware AMD mais antigo certamente ficarão felizes em saber que GPUs das séries HD 5800 e HD 6900 agora possuem suporte para o OpenGL 4.5.

Suporte para o Radeon Software for Linux 19.30

Para aqueles que precisam do driver proprietário da AMD para trabalhar no Regata OS, o Radeon Software for Linux 19.30 já pode ser instalado a partir da Regata OS Store. O driver é bastante útil para aqueles que precisam obter suporte para o OpenCL, usado por softwares como Blender e DaVinci Resolve.

Gallium Nine Standalone no Regata OS Game Access

Enquanto o Regata OS Game Access faz uso do D9VK para que os donos de PCs com configurações mais robustas possam rodar sobre a Vulkan jogos desenvolvidos com o Direct3D 9/10/11, até então aqueles com máquinas que possuem componentes mais antigos e sem suporte para a Vulkan tinham que usar o WineD3D, o que pode não ser a melhor opção, já que geralmente é mais lento.


Agora, em hardwares que não possuem suporte para a Vulkan, o Regata OS Game Access faz uso do Gallium Nine Standalone para que, pelo menos, os jogos que fazem uso do Direct3D 9 possam rodar sobre o OpenGL com desempenho um pouco melhor, já que há quase nenhuma sobrecarga de CPU, o que proporciona uma experiência de jogo mais suave.


Mais aprimoramentos para laptops com GPU NVIDIA

A imagem ISO do Regata OS com o driver NVIDIA também foi atualizada e agora também conta com o Linux Kernel 5.3 e todas as outras atualizações, o que é bastante útil para quem precisa realizar uma nova instalação do Regata OS.

Além disso, o PRIME Settings também conta com correção para laptops com gráficos híbridos e agora deve exibir apenas a dGPU NVIDIA para os aplicativos e jogos que fazem uso da Vulkan, o que pode ajudar a corrigir um problema em que a iGPU do processador era usada como a principal, o que resultava em um baixo desempenho.

Como podemos ajudar?

Estamos sempre procurando novas maneiras para que você possa fazer mais com o Regata OS. Portanto, não basta oferecer cada vez mais novos recursos, é importante também que você saiba como usá-los. Para melhor atender aos nossos usuários, bem como dar um suporte mais adequado, decidimos criar o Suporte do Regata OS, um novo site onde serão reunidos artigos de ajuda para o Regata OS.


Já é possível encontrar posts desde de coisas como os primeiros passos com o Regata OS até como obter e instalar o sistema operacional. Nos próximos dias, novos posts e mais aprimoramentos devem chegar no Suporte do Regata OS.

Agradecemos a todos aqueles que vem contribuindo com o projeto, seja enviando feedback ou doando um "cafezim". Saiba que são suas contribuições que fazem essa locomotiva seguir a todo vapor, rumo ao Polo Norte.
Tecnologia do Blogger.