Regata OS

Regata OS agora conta com melhorias para a loja, Mesa 17 e melhor suporte para jogos


Desde o seu lançamento oficial, o Regata OS 18 tem recebido grandes novidades e novos recursos, como é o caso da loja de aplicativos que agora abre em sua própria janela, ou seja, você não irá mais ter que recorrer ao navegador para instalar novos apps, embora ainda seja possível acessar a loja pelo browser. Como a loja continua sendo baseada nas tecnologias da web, você pode reproduzir vídeos, o que é ótimo quando se está procurando um game para curtir aquela jogatina ou para saber como um app funciona, por exemplo.

Além disso, ao clicar no botão de instalação de algum jogo (que está disponível via Steam), a loja de aplicativos abre a página do game diretamente no cliente Steam, ao invés de abrir o site do Steam, o que é ótimo para aqueles que querem obter novos games rapidamente. Contudo, obviamente, é necessário possuir o cliente Steam instalado.


A loja de aplicativos deve receber ainda mais melhorias, como a capacidade de mostrar quais apps já estão instalados. Tudo isso é possível graças ao desenvolvedor Gabriel Pena, que nos tem ajudado com o desenvolvimento do Regata OS, bem como ajudando com o suporte de diversos jogos ao enviar feedback.

Caso você queira contribuir com o desenvolvimento da nossa loja, nosso projeto está disponível no GitHub através deste link.

Melhor suporte para jogos

Atualmente, as principais desenvolvedoras de ports de jogos para Linux (Feral Interactive, Virtual Programming e Aspyr Media) possuem como foco os seguintes sistemas operacionais baseados no Debian: Ubuntu, da Canonical, e SteamOS, da Valve. Com isso, se depender dessas empresas, infelizmente, distribuições Linux baseada em pacotes no formato RPM, como o Fedora e openSUSE, acabam ficando órfãs. Sendo assim, alguns dos mais importantes games AAA acabam tendo problemas com bibliotecas ou com o próprio Steam Runtime (no caso de títulos disponíveis no Steam), o que impede a execução bem-sucedida do game.

Como o Regata OS é baseado no openSUSE, o nosso sistema operacional estava sujeito aos mesmos problemas com jogos importantes envolvendo bibliotecas. Felizmente, conseguimos adicionar um recurso no Regata OS que é capaz de corrigir esse e outros bugs envolvendo games do Steam. Tudo é feito de forma automática, ou seja, sem a necessidade de intervenção do usuário.

Mas para aperfeiçoar ainda mais o nosso recurso, além de, claro, adicionar o suporte para mais jogos que eventualmente possam apresentar problemas, é necessário que você nos ajude enviado feedback. Futuramente, o projeto estará disponível no GitHub.

Queremos tornar o Regata OS uma plataforma séria para jogos e isso só é possível com você.

Mesa 17 já está disponível

Outra novidade que acaba de chegar no Regata OS é o Mesa 17, que chega para oferecer o suporte ao OpenGL 4.5 para os donos de processadores Intel com microarquitetura Haswell e, claro, que também fazem uso dos gráficos integrados.

Para os usuários AMD, há melhor suporte para a API Vulkan graças a adição de novas extensões Vulkan e de correções de bugs, juntamente com a capacidade de lidar com várias placas de vídeo, decodificação H.264/MPEG-4 AVC Level 5.2, suporte para GPUs Polaris12 e várias melhorias de desempenho que também devem beneficiar aplicações e jogos OpenGL.

Para mais detalhes sobre o Mesa 17, não deixe de conferir este artigo do LinuxBuzz.

Todas as novidades apresentadas aqui estão disponíveis via atualização. Um muito obrigado a todos que tem compartilhado feedback através da nossa comunidade no Facebook.
COMENTÁRIOS